O quanto você tem prestado atenção em você e em suas escolhas?

0

No último texto eu deixei algumas perguntas para serem pensadas e uma delas era a seguinte pergunta: Ao comprar algo, como me sinto?

Muito se fala sobre as compras por impulso. Segundo um levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e o portal de educação financeira Meu Bolso Feliz, 53% dos consumidores brasileiros, mais da metade, admitem ter realizado pelo menos uma compra por impulso nos últimos três meses. Mas se perguntarmos para essas pessoas o motivo da compra, o que será que elas responderiam?

Existem situações que compramos porque estamos tristes e queremos nos sentir melhor, porque estamos felizes e merecemos, porque está barato ou tem algum benefício que você nem sabe como aquilo vai te ajudar de fato.

Mas o que fazer para comprar de maneira mais consciente?

Quando sentir vontade de comprar pergunte para você mesma(o):

“Para que eu preciso disso?”

E se a resposta for algo parecida com:

“Para me sentir melhor” “Porque eu mereço” “Por que estou triste” ou “Porque meu dia foi ruim” você provavelmente comprará por impulso e infelizmente não resolverá seu problema de fato.

A compra por impulso é um dos principais motivos do descontrole financeiro e quanto mais entendermos o porquê precisamos das coisas, melhor será a maneira que lidaremos com nosso dinheiro e com nossas emoções.

Te convido, depois dessa leitura, a ficar mais atenta(o) esses dias nos seus desejos de compra. E se ainda for muito difícil controlar essas compras não planejadas, reserve uma quantia de dinheiro mensal para esses tipos de gastos.

Um forte abraço e até a próxima.

Share.

About Author

Julia Drezza Gerente de sustentabilidade do Cartão Nova Paraisópolis e coordenadora do programa de educação financeira na comunidade Paraisópolis

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Powered by themekiller.com